segunda-feira, 27 de Novembro de 2017 09:55h Agência Minas

Governo realiza ações de conservação e proteção em sítio arqueológico mineiro

Trabalho promovido por meio da Codemig na Casa de Pedra do Gambá, em Entre Rios de Minas, inclui ações de educação patrimonial com crianças e jovens

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), finalizou o levantamento arqueológico prospectivo do Sítio Histórico Casa de Pedra do Gambá, em Entre Rios de Minas.

O projeto foi desenvolvido pelo Instituto de Memória e Patrimônio em conjunto com a empresa Detzel Consultores Associados, contratada pela Codemig. O investimento é da ordem de R$ 284 mil. Todas as etapas do trabalho foram submetidas e aprovadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O Sítio Histórico Casa de Pedra do Gambá, situado a 10 quilômetros de Entre Rio de Minas, é constituído por um conjunto de edificações em pedra – estruturas remanescentes da casa, do paiol e dos muros – e área de uso e circulação, medindo 0,82 hectares e construído entre os séculos XVIII e XIX.

Tombada como patrimônio histórico municipal, a casa guarda uma parte da história da colonização entre os municípios de Entre Rios de Minas e Jeceaba, quando tropeiros e incursões bandeirantes eram comuns na região.

Além do diagnóstico da área, as ações do levantamento incluíram o cercamento e a sinalização do local, escoramentos emergenciais, limpeza e remoção da vegetação, estabilização básica das estruturas de pedra, elaboração e implementação de projeto de prospecção arqueológica. Ações de educação patrimonial também foram realizadas com alunos da rede pública do entorno, com apresentação de palestras e entrega de material educativo.

A pesquisa envolveu profissionais de diversas especialidades, como historiadores, geógrafos, arquitetos, engenheiros e técnicos em geoprocessamento.

O sítio histórico está localizado na área de abrangência do Distrito Industrial (DI) de Jeceaba, construído pela Codemig. A recuperação e proteção do local compôs uma das condicionantes da licença ambiental do DI, e faz parte do compromisso da Codemig em fomentar o desenvolvimento econômico e social, preservando o meio ambiente e a memória. 

O resumo das atividades do levantamento foi reunido em livro, entregue a bibliotecas públicas, universidades, escolas e prefeituras. O material também está disponível no site da Codemig. Para acessá-lo, clique aqui

A Codemig

Em consonância com as diretrizes do Governo do Estado, a Codemig pauta suas ações, de forma arrojada e moderna, em três grandes eixos estratégicos: Mineração, Energia e Infraestrutura; Indústria Criativa; e Indústria de Alta Tecnologia.

A empresa investe em vários segmentos, como extração de nióbio e terras-raras, levantamento geológico e geofísico, águas minerais, materiais estratégicos e energia, aeroespacial e defesa, biotecnologia, Internet das Coisas, telecomunicações, distritos industriais, turismo de lazer e negócios, moda, gastronomia, audiovisual, música e artes.

Sua múltipla atuação está cada vez mais voltada para que riquezas gerem novas oportunidades de investimentos, aumentem a competitividade e propiciem bons negócios para o setor produtivo mineiro.

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.