terça-feira, 6 de Dezembro de 2011 09:38h Paulo Reis

Unidade de Saúde é invadida pela 6ª vez em 14 dias

Unidade de saúde do bairro Niterói é assaltada pela 6ª vez em menos de 15 dias. Os funcionários abriram o posto e detectaram a invasão e o furto. Medicamentos, aparelhos médicos e remédios foram levados do local. Um menor de 13 anos foi apreendido

O posto de saúde que atende o bairro Niterói e região foi assaltado novamente durante a madrugada e manhã da última segunda-feira (05).
Durante toda a manhã os funcionários da unidade de saúde permaneceram conferindo os objetos furtados do local, bem como contabilizando os remédios da farmacinha, que também foi saqueada pelo suspeito.


As pessoas que procuraram o posto para atendimento foram redirecionadas para retornarem no período da tarde.
Esta é a sexta vez que a unidade de saúde é invadida em quatorze dias. Segundo a coordenadora, Débora Barzola, já foram furtados, dois computadores, aparelhos, fitas para medição de glicose, objetos pessoais dos funcionários, medicação, aparelhos usados pelos médicos, botijão de gás, panela, dentre outros materiais.


Para a segurança dos usuários da unidade a coordenação do posto optou por fechar durante a parte da manhã para que fosse tudo arrumado e contabilizado. O atendimento foi normalizado na parte da tarde.


Outras unidades de saúde também já foram atacadas por vândalos, como por exemplo, o Posto de Saúde Central na avenida Primeiro de Junho, próximo a ponte do SENAI. Na maioria das vezes os criminosos furtam qualquer objeto, nada em específico, como relatou a coordenadora da Posto do bairro Niterói, Débora Barzola.


Na parte da manhã ainda, um menor de 13 anos foi apreendido pela Polícia Militar suspeito de ser o responsável pelos furtos. Um funcionário do posto de Saúde foi até a Delegacia Civil para reconhecer os objetos e medicação apreendida.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.