quarta-feira, 14 de Dezembro de 2011 13:16h Paulo Reis

Aves silvestres são apreendidas no Porto Velho

O papagaio e a maritaca estavam com uma senhora de 63 anos

Duas aves silvestres foram apreendidas na manhã desta terça-feira (13), no bairro Porto Velho, próximo ao campo do Guarani pela Polícia Militar do Meio Ambiente.
Os Militares chegaram até o local após uma denúncia feita por meio do sistema Disque-denúncia 181.


No local os militares apreenderam um papagaio e uma maritaca, que segundo os policiais não apresentavam condições de maus tratos. As aves passaram por uma avaliação realizada por um médico veterinário que garantiu que a aves estavam sendo bem tratadas.
A ocorrência foi levada até a Delegacia Civil e por decisão da delegada os animais seriam devolvidas à dona de forma temporária, até que o IBMA (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente) tomassem uma providência com o caso, pois as aves apresentavam auto índice de domesticação e na região não há habitat natural para que elas sejam soltas.


A Polícia Militar de Meio Ambiente, disse a nossa reportagem que mesmo sendo bem tratado este tipo de animal não pode ser mantido em cativeiro, pois tem seu ciclo de reprodução interrompido.
A multa para as pessoas que mantém aves silvestres presas varia de R$ 500,00 á R$ 3.000,00 e a pessoa ainda responde a um processo criminal.
Os militares ainda reforçam que mesmo adquiridas pequenas, estas aves ou qualquer outra silvestre não pode ser registrada, e quem o faz está infringindo a lei.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.