sexta-feira, 2 de Dezembro de 2011 10:32h Luciano Eurides

Guarani terá de suar sangue no domingo

A situação do Guarani ficou complicada na Taça Minas Gerais. Jogando em Varginha, pelas semifinais da competição o Boa venceu o Guarani por 5 a 0. Autor de dois gols no jogo Moisés abre o placar aos 23 minutos do primeiro tempo, aos 34’ Valdo marca o segundo do time de Varginha. O marcador segue a contagem novamente com Moisés, aos 31do segundo tempo, Jackson, aos 47 e Maranhão aos 44dando números finais a partida. O jogo de volta será realizado domingo (4), às 10h30 em Divinópolis, onde será conhecido o adversário do Ipatinga nos confrontos finais. O resultado de 5 a 0 a favor do Guarani classifica o Boa por ter feito melhor campanha na fase preliminar, isto é, o Bugre tem de vencer por um resultado superior a cinco gols de diferença do adversário.


O Guarani entrou em campo sem Tiago Carvalho, ficou fora por conta de uma contusão que o tirou de campo frente o Nacional de Nova Serrana. Vinícius Kiss foi o escolhido para o lugar dele. André passou a fazer a função de volante pelo meio e nenhum deles teve culpa no resultado ruim, mas as viradas de bola de Tiago Carvalho fizeram falta. O Guarani também falhava na cobertura das laterais. O Boa, empurrado pela torcida logo foi para o ataque e conseguiu um pênalti cometido por Bruno Maia, Marinho Donizete cobrou e Tiago Régis defendeu. O Bugre chegou a criar algumas chances, mas foi o Boa quem foi logo marcando. Moisés chutou sem ângulo e a bola entrou. Jackson deu um drible sensacional em Junior e cruzou para Valdo amplia, e 2x0 foi o placar do primeiro tempo.


Na segunda etapa o técnico Gian Rodrigues voltou com Douglas Junio no lugar de Robertinho, a substituição não surtiu efeito e o Boa continuava a mandar no jogo e cada vez com mais intensidade. O treinador tentou levar o time para cima e colocou Timóteo no lugar do Vinícius Kiss e ainda Cafu, no lugar de Marinho. Nada mudava o domínio do Boa. André, jogador do Guarani foi expulso e mostrou dois sangramentos na canela, fruto da luta em campo e a primeira falta mais forte o árbitro Renato Cardoso Conceição o expulsou. Ele recebeu cartão no lance do terceiro gol do Boa, em completo impedimento.


Para o jogo de volta a missão é quase impossível. O goleiro Tiago Régis, reconheceu ter sido um placar inesperado e acredita na superação do grupo. “Foi um que não esperávamos, achei que iríamos nos impor, como foi no começo, infelizmente começamos a sofrer gols e eles tiveram a felicidade de ir no embalo e fazer um placar bom para eles. Posso dizer que nada é impossível, ainda há 90 minutos em Divinópolis, cada jogo é jogado. Nada acabou, nada é impossível. Sofremos muitos gols, mas fazemos também e vamos fazer um bom jogo”, disse e garantiu que a equipe ainda busca forças. “No profissionalismo, respeito a camisa do Guarani, ao time e aos companheiros de trabalho”, avisou.

 

 

Bons frutos


Na disputa da Taça Minas Gerais, o objetivo maior é o título, mas sempre usando a competição como um laboratório para o Campeonato Mineiro. O goleiro Tiago Régis já se mostrou um grande pegador de pênalti e vem se destacando na equipe. Ele tem contrato até o final do Campeonato Mineiro é sem dúvida a competição foi importante para a afirmação dele como goleiro titular do Guarani. “Esse ano o trabalho foi uma espinha dorsal para o Campeonato Mineiro, começa a construir o time, foi uma experiência boa, depois que sai do Vitória foi  aqui no Guarani que voltei a ter ritmo de jogo, manter esse ritmo e o foco é o jogo contra o Boa, a final e o Campeonato Mineiro. Fazer um mineiro bom no centenário de Divinópolis”, considerou.
O goleiro do Guarani iniciou bem a competição, foi crescendo, foi o melhor em campo em Varginha na fase de classificação, salvou o time em Nova Serrana e ainda evitou um vexame ainda maior na última quarta-feira. “Com ritmo de jogo que venho pegando, cada defeito a ser melhorado e trabalhando durante a semana. Se for comparar o primeiro jogo com o último eu venho crescendo e entrosando mais no time e podendo ajudar mais o time. Temos a final de campeonato e pré-temporada  e vem um ano cheio”, ressaltou.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.