quarta-feira, 7 de Dezembro de 2011 10:51h Luciano Eurides

Guarani já inicia busca por reforços

O Bugre divinopolitano entra em recesso até dia 13. Os primeiros nomes para defender o Guarani  são os de Luisinho, lateral divinopolitano que estava no Vila Nova de Goiás e é bastante cogitado além de Jonatas Obina por empréstimo do Galo.
O diretor de futebol do Guarani, Renato Montack falou sobre a possibilidade de novos atletas já se apresentarem no dia 13. “Dentro do planejamento veremos a necessidade e veremos esses nomes e a situação do Luisinho é apenas um início de conversa, ele vem de um campeonato mineiro, tem de olhar as férias dele, primeiro vamos acertar. Na próxima semana devemos ter uns quatro ou cinco já para anunciar”, falou.
O treinador Gian Rodrigues gostou dos nomes apresentados. “Me agrada, um deles já tem uma situação e outro é surreal falar (Obina) e se viesse era uma boa”, disse o técnico.


Com relação à renovação com os jogadores da Taça Minas Gerais há uma dificuldade com relação a Vinicius Kiss e Robert, estes têm propostas de outras equipes, no caso de Kiss, ele tem compromisso com o Oeste e ainda é preterido pelo Boa. A questão de Robert passa pelo Nacional de Nova Serrana e pelo Boa Esporte.
Para o treinador ainda há a possibilidade de evolução dos atletas da cidade e fez um comentário importante. “Jogadores evoluíram, Iago jogou bem, ele fez parte do elenco, Elói foi titular quase o ano inteiro e são coisas positivas”, assinalando a possibilidade deles ficarem para o Mineiro 2012.

 

 

Taça Minas Gerais


O primeiro jogo da final está marcado para a próxima quarta-feira, às 20h, no estádio Ipatingão. O jogo de volta acontecerá no dia 10, sábado, às 17h, em Varginha. Por ter feito melhor campanha, o Boa jogará por dois placares iguais. O campeão garante, automaticamente, vaga na Copa do Brasil de 2012.
O zagueiro do Boa e capitão Carciano, logo após a partida, falou da importância desta conquista. “Em um jogo de 180 minutos temos que ter atenção o tempo todo. Acho que nos comportamos assim nos dois jogos, tanto em Varginha quanto aqui em Divinópolis”. Para o zagueiro Carciano, a equipe entrou em campo  usando o regulamento. “Em Varginha construímos uma boa vantagem, hoje aqui entramos em campo sabendo que tinhamos esta vantagem e que deveríamos saber usá-la, e assim fizemos. Jogamos, buscamos o gol adversário. Prova disso é que o Luiz Henrique, graças a nossa marcação e comprometimento tático, não foi muito acionado”, disse. Sobre os dois jogos da final com o Ipatinga salientou: “Será outra pedreira, não tem jogo fácil, se tratando de decisão. Então meu amigo, vai ser complicado. O Ipatinga é um bom time, mas vamos lá, como fizemos durante toda a temporada, sem perder a humildade, realizar estes dois jogos. Na verdade nos entregar durante os 180 minutos. Agora vale título”, finalizou.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.