quinta-feira, 24 de Novembro de 2011 10:47h Luciano Eurides

Foco é todo no Botafogo

Foco restrito ao jogo contra o Botafogo. É dessa forma que o técnico Cuca está trabalhando o elenco atleticano nesta semana que antecede a penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. A partida, às 17h deste domingo, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. O confronto será válido pela 37ª rodada.
De acordo ele, é preciso administrar a ansiedade para conseguir fazer uma boa preparação. “A gente vem administrando essa ansiedade há muito tempo. Já estamos acostumados com os cálculos, simulação, mas, hoje, a gente esta numa condição um pouco melhor do que o pessoal mais abaixo. Pode haver uma combinação ou um único resultado e o Atlético não precisar de ponto nenhum, ou, se der tudo errado, precisar da vitória. Isso para chegar na última rodada sem compromisso nenhum em termos de classificação. Não adianta pensar nisso ou naquilo. Temos que nos preparar bem para fazer jogo bom no final de semana e, fazendo um bom jogo, a gente fica mais próximo do resultado”, comentou o treinador.


Segundo Cuca, a conta atleticana é simples e se resume a fazer o melhor diante do Botafogo para somar o maior número possível de pontos. “A gente tem que tentar vencer e, se estiver em um dia ruim, empatar. No futebol é assim, esse é o nosso cálculo. Os demais resultados só vamos saber no final da rodada”, completou o técnico alvinegro.


O zagueiro Réver espera que o Atlético faça valer a condição de mandante para vencer o Botafogo. “Vai ser uma luta. Nosso momento é de buscar uma vitória, mas, para isso, temos que fazer por onde vencer o Botafogo. Eles vão tentar se aproximar do bloco da Libertadores, mas tem muita coisa em jogo para o Atlético. Então, temos que nos impor e fazer prevalecer a nossa força dentro de casa para conseguir essa vitória”, comenta o defensor.
Réver afirma que conta com o apoio da Massa Atleticana na Arena do Jacaré. “Que a torcida nos incentive como vem nos incentivando, até porque é o último jogo do ano perto dos torcedores. Espero que a gente possa fazer jus a esse apoio e dar alegria ao torcedor com uma vitória, que dará mais tranquilidade para o resto do ano”, observa o jogador.


O zagueiro alvinegro conclui dizendo que espera um jogo bastante complicado diante da equipe carioca. “É um jogo muito difícil e que pode decidir nossa vida. Conseguindo os três pontos, saímos dessa situação de dificuldade que a gente passou durante o ano. Espero que o Atlético possa estar apto para conseguir essa vitória”.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.