terça-feira, 6 de Dezembro de 2011 11:07h Luciano Eurides

Cruzeiro se livra com uma goleada sobre o rival

O Cruzeiro aplicou uma sonora goleada de 6 x 1 sobre o Atlético-MG, na tarde desse domingo, na Arena do Jacaré, que teve a presença de 18.500 cruzeirenses nas arquibancadas, e encerrou o Campeonato Brasileiro sem o fantasma do rebaixamento. O time celeste não deu chances ao adversário e dominou completamente o jogo, marcando quatro gols só no primeiro tempo da partida.


A Raposa construiu a goleada através do meia Roger, que abriu o placar aos nove minutos de jogo; o volante Leandro Guerreio de cabeça, aos 28, e também o atacante Anselmo Ramon aos 33 e Fabrício, aos 45 minutos, da última jogada antes da etapa inicial ser encerrada.
No segundo tempo, a Raposa continuou sendo soberana em campo, jogando no ritmo da torcida, que fez a festa na Arena do Jacaré. O Cruzeiro ainda ampliou a goleada com Wellignton Paulista, aos 11 minutos, após um lance individual incrível de Roger, e com o volante Everton, que entrou no lugar de Anselmo Ramon e marcou o seu gol, novamente no último lance da partida.


O argentino Walter Damián Montillo ganhou o prêmio Bola de Prata, concedido pela revista Placar e a emissora ESPN Brasil, como um dos melhores meias do Campeonato Brasileiro 2011. A cerimônia de entrega do troféu aconteceu na tarde desta segunda-feira, no Museu do Futebol, no estádio Pacaembu, em São Paulo.
Montillo foi o único atleta de um time mineiro que recebeu o troféu Bola de Prata e representou o Cruzeiro na solenidade e na seleção elegida pela revista Placar e pela ESPN Brasil. Esta foi a segunda vez consecutiva que o argentino leva este prêmio, já que em 2010 ele também foi eleito um dos melhores meias do Brasileirão.


O craque do Cruzeiro manteve a humildade de sempre e agradeceu pelo prêmio recebido, enaltecendo a qualidade dos jogadores que disputaram o Campeonato Brasileiro. O camisa 10 cinco estrelas fez um rápido discurso no palco, com voz rouca, em virtude do jogo desse domingo, quando a Raposa goleou o Atlético-MG por 6 x 1 e o argentino ficou de fora da partida por suspensão automática, mas torceu muito. “Ganhar esse prêmio num campeonato que tem tantos jogadores de qualidade, realmente pra mim é muito importante”, disse.


O jogador ainda falou sobre a temporada celeste, que iniciou de forma avassaladora, com o título mineiro e a melhor campanha da fase classificatória da Copa Santander Libertadores, mas que fez campanha atípica no Campeonato Brasileiro. Montillo já mira um 2012 melhor para o Cruzeiro. “Este ano foi difícil para o Cruzeiro, o ano começou bem, com o time jogando bem, mas no Brasileiro deu uma caída, mas jogamos muito bem contra o Atlético-MG e conseguiu a vitória. O ano foi difícil, mas terminamos bem e agora é trabalhar pra ter um ano melhor em 2012”, comentou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.