domingo, 27 de Novembro de 2011 09:47h Luciano Eurides

Cruzeiro está em Fortaleza para decidir o futuro dele na série A

Delegação do Cruzeiro foi na sexta-feira para Fortaleza-CE, onde concluirá a preparação para o jogo contra o Ceará, que será disputado neste domingo, às 17h, no estádio Presidente Vargas, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time cinco estrelas embarcou para a capital cearense na manhã de ontem e chegou no início da tarde.
,No sábado pela manhã, a preparação para o jogo será encerrada, com mais uma atividade no campo do Fortaleza.
Enquanto o técnico Vágner Mancini conta com todos os jogadores para enfrentar o Ceará em jogo decisivo, o comandante corre o risco de ter uma lista de desfalques para a última rodada do Brasileirão. Entre titulares e reservas, dez jogadores do Cruzeiro correm o risco de não enfrentar o Atlético caso recebam cartão amarelo neste domingo.
Diante do Ceará, seis jogadores que devem ser titulares entrarão pendurados. A Raposa pode chegar ao clássico sem Fábio e Montillo. Além deles, os volantes Marquinhos Paraná e Fabrício, o lateral-esquerdo Diego Renan e o atacante Anselmo Ramon estiveram na equipe principal nos coletivos preparatórios para o jogo do próximo domingo.
Entre os jogadores que tendem a figurar no banco de reservas estão duas peças constantemente utilizadas pelo técnico Vágner Mancini: o zagueiro Naldo e o meia Roger. Os outros dois pendurados são o lateral-esquerdo Gabriel Araújo e o meia Élber.


Quem também acumula dois cartões amarelos é o atacante Wallyson. Entretanto, como segue em recuperação de uma fratura no tornozelo esquerdo, ele não deve ter condições de voltar a jogar na atual edição do Campeonato Brasileiro.


A partida contra o Atlético pode ser determinante para a permanência do Cruzeiro na elite do futebol nacional. Porém, a equipe celeste pode assegurar sua vaga na Série A de 2012 já nesta rodada. Para isso, a Raposa precisa vencer o Ceará e contar com um tropeço do Atlético-PR diante do América, em Uberlândia.


Apesar da situação difícil, o meia Montillo mantém a confiança na permanência na elite do futebol nacional e pede que o assunto Segunda Divisão não seja abordado. “Não vamos cair. Não falem em Segunda Divisão. O time já demonstrou que tem muitos jogadores de qualidade. Mas agora é momento da raça e saber que jogar bonito não adianta para ganhar. Temos de ganhar domingo. Faltam duas rodadas e não vamos mudar tudo que fizemos de ruim. Temos de ser inteligentes, entrarmos ligados”, afirmou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.