terça-feira, 22 de Novembro de 2011 09:08h Atualizado em 22 de Novembro de 2011 às 09:15h. Luciano Eurides

Bugre nas semifinais da Taça MG

O Guarani foi à cidade de Nova Serrana e buscou a classificação a semifinal da Taça Minas Gerais ao empatar com o Nacional em 4x4. Um jogo difícil de escolher o melhor em campo e a festa alvirrubra no final da partida demonstrou toda a união do grupo

Na manhã de ontem, no estádio Astrogildo Duarte, na cidade de Nova Serrana, o Guarani mostrou toda força e muita disposição ao encarar o Nacional. O time da casa, mesmo empurrado por sua torcida não resistiu a força do Bugre e o empate em 4x4 deu a classificação ao time de Divinópolis. Boa, Villa Nova, Ipatinga e Guarani garantiram vaga na fase semifinal da competição que dá ao campeão direito de disputar a Copa do Brasil no ano que vem.
Os jogos de ida da fase semifinal da Taça Minas estão previstos para acontecer na quarta-feira, às 19h40. No estádio Lamegão, em Ipatinga, o Tigre recebe o Villa Nova. No mesmo horário, no estádio Farião, em Divinópolis, o Guarani vai jogar com o Boa. As partidas de volta acontecem no domingo, dia 27, em Nova Lima e Varginha. As finais devem acontecer nos dias 30 de novembro e 4 de dezembro.


Na partida decisiva o Guarani de Divinópolis entrou motivado. Logo a um minuto e trinta segundos de jogo Marinho fez 1x0 para o Guarani e deu um ritmo acelerado a partida. O time do Nacional precisava da vitória, mas encontrou Thiago Régis em uma manhã de muita confiança. Insistiu e conseguiu o gol com João Paulo, em uma cobrança de pênalti onde o goleiro defendeu, mas no rebote ele colocou a bola no canto e igualou o marcador. O empate em nada servia para o time da casa e a situação ficou pior quando André subiu mais que todo mundo e de cabeça fez o segundo do Guarani. O placar já estava bom ficou ainda melhor, aos 10 minutos da etapa complementar, Marinho arrancou com a bola, foi derrubado dentro da área, pênalti cobrado por Robertinho e a festa da torcida alvirrubra na cidade do calçado. O time da cidade de Nova Serrana foi ao desespero e Ariel fez o gol aos 31 e Marcos empatou aos 38. O balde de água fria veio aos 43, quando Robert dominou a bola na área, driblou dois e soltou o pé fazendo um golaço. Ariel ainda tentou estragar a festa bugrina marcando um gol aos 44, mas o empate classificou o Guarani para a semifinal.


A alegria dos jogadores estava estampada em cada rosto suado. Marinho foi de muita dedicação e até mesmo sacrifício. Ele sofreu uma pancada no final do primeiro tempo e terminou a partida com dores e segundo ele faria todo esforço para a classificação. “Mostra que a equipe está no caminho certo, lutamos e buscamos, vamos descansar e na quarta-feira fazer um grande jogo. Para muitos eu já teria de ter encerrado minha carreira, mas Jesus mostra que só ele pode encerrar minha carreira, e estou feliz e é por isso que tenho animação e disposição para fazer o que gosto”, disse.


O treinador Gian Rodrigues analisou o seu time e ressaltou a luta da equipe. “Não viemos para empatar, viemos para vencer o jogo e estamos na zona de classificação, o primeiro objetivo foi conquistado. Agora é repouso, vamos conhecer o adversário e jogar bem e vencer. Vamos curtir o momento. Quando sofremos um gol é normal que o outro time comece a alçar bola na área, meu time buscou os resultados e sabia o que iria fazer. Não gostei do meu time tomar os gols, o importante é corrigir, pois a competição reinicia com quatro equipes e vamos buscar a vaga na Copa do Brasil”, falou.


No estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima, o Leão do Bonfim venceu o Boa por 4 a 2. Jogando com uma equipe reserva, já que o time principal está na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, o Boa já havia garantido o primeiro lugar na tabela, com 19 pontos. A vitória diante de sua torcida assegurou ao Villa Nova a vice-liderança, com 17 pontos.


Em Ipatinga, no estádio Lamegão, o Tigre goleou o Itaúna por 5 a 1 e terminou a fase classificatória em terceiro, com 15 pontos. Dos quatro clubes semifinalistas, o Guarani tem o ataque mais positivo, com 19 gols marcados em dez jogos. Mas o Bugre se destaca negativamente com a defesa mais vazada, 17 gols. Primeiro colocado, o Boa marcou 15 gols e sofreu oito. 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

A Federação Mineira de Futebol divulgou oficialmente ontem à noite a tabela das semifinais da Taça Minas Gerais. O Guarani enfrenta o Boa na quinta feira às 17:00 horas no Farião

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.