Policial >
Mulher é morta com corte profundo no pescoço
Sexta-feira, 20 de setembro de 2013 às 5h 53 - Por: Luiz Felipe Enes
O crime ocorreu no bairro São Geraldo em Divinópolis. O corpo de Rosânia Aguiar da Costa, de 34 anos, foi encontrado pelo ex-amásio dela, de 63 anos, com quem tinha dois filhos. Ele foi levado para a delegacia para prestar depoimento e o carro dele passar

A Polícia Militar de Divinópolis registrou na tarde de ontem mais um homicídio na cidade. A morte ainda é um mistério, mas a Polícia Civil trabalha com a possibilidade de ser este um crime passional ou vingança.
O corpo de Rosânia Aguiar da Costa, de 34 anos, foi encontrado pelo ex-amásio dela, de 63 anos, com quem tinha dois filhos, um de cinco anos e um bebe de sete meses. De acordo com informações da Polícia Militar, o homem buscou a filha, de cinco anos, por volta de 12h30 de ontem, para levar para a escola e no fim da tarde, por volta das 17h, quando foi deixar a menina na casa da mãe, encontrou a vítima. Ele chamou o resgate do Corpo de Bombeiros que constatou o óbito e acionou as Polícias Militar e Civil.

 


Rosânia foi encontrada em cima da cama com um corte profundo na garganta e a filha de sete meses em um carrinho ao lado do corpo. Ainda de acordo com a Polícia Militar, não há indícios que a casa tenha sido arrombada. Os primeiros levantamentos feitos junto a familiares apontam que a vítima não tinha inimigos.
Segundo o delegado da Polícia Civil, Marcelo Nunes, a princípio a suspeita é de que o assassino seja alguém conhecido, pela posição em que o corpo foi encontrado. “Ela estava deitada na cama com o notebook no colo e o assassino aproximou e matou. Se fosse uma pessoa estranha, ela não estaria nesta posição. Pela perícia, o assassino a segurou pelo braço e desferiu um golpe no pescoço, quase degolando a vítima. Foi de uma violência extrema, não é uma cena comum em latrocínio (roubo seguido de morte) por isso a primeira linha é que o crime foi cometido por alguém conhecido”, avalia.

 


O ex-amásio da Rosânia foi conduzido a delegacia e o carro dele foi apreendido. Ao ser questionado se o amásio é o principal suspeito, o delegado respondeu que “não podemos descartar nada e nem afirmar por enquanto. Como foi ele que encontrou o corpo temos que abrir esta linha de investigação e encaminharemos o veículo dele para a perícia, ver se há vestígio de sangue no carro, ouvir o depoimento e colher o máximo de provas possíveis”.
Rosânia tem uma passagem pela Polícia por agressão, registrada no ano passado pelo ex-amásio que encontrou o corpo. Além das filhas de cinco anos e o bebe de sete meses, a vítima tinha outro filho, de 11 anos.

Fotos

Clique na imagem para ampliar.
Compartilhes
Leia Mais
  • Ronda

    Homem é preso suspeito de tráfico no Padre Eustáquio

  • Caminhonetes roubadas são localizadas nos Lopes

    Dois jovens foram presos suspeitos de roubarem duas caminhonetes, que foram localizadas na comunidade dos Lopes, no Distrito de Santo Antônio dos Campos, nesta terça-feira

  • Ronda

    Tamanduá invade restaurante